Onde está Deus no meio da tragédia?

Por em 07.04.23

pes boas novas

Onde podemos encontrar força para lidar com medos, tragédias, desastres, onde podemos encontrar Deus em meio a tudo isso?

Em meio a uma nuvem de informações, aquelas que são negativas geralmente são as mais impulsionadas a chegar a mais pessoas, a natureza corruptível do ser humano tende a ter mais atenção por aquilo que é negativo. Os meios de comunicação entendem isso, e aplicam estratégias, como título chamativos, e até mesmo agora na era digital os chamados “clickbait”.

Isaías fez referência a ideia de ser o mensageiro de boas novas quando disse:

Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!

Isaías 52:7

Todo discípulo de Jesus é chamado a ser um mensageiro de boas-novas. Vivemos um tempo onde a propagação de mentiras, as chamadas “fake news” estão se multiplicando com o advento das redes sociais. Compartilhar tais mensagens é ser conivente com a propagação de uma mentira. Infelizmente, muitos têm incorrido nestes erros, talvez involuntariamente ou não. É grave ao imaginar que fomos chamados pelo Senhor a proclamar as boas-novas, especialmente neste tempo de profunda crise humanitária que vivenciamos.

A imagem do mensageiro, que Isaías aponta em sua profecia, é bem sugestiva em relação ao momento, o exílio babilônico. Tal pregação profética faz parte de um conjunto de profecias, que vai do capítulo 40 ao 55, surgidas neste período de crise com o propósito de trazer esperança ao povo.

Assim devemos ser mensageiros das boas novas de Cristo, podendo levar Deus a pessoas que são inundadas de mensagens, notícias e tudo aquilo de negativo que o mundo leva as casas, famílias, isso é muito sério, podemos observar sutilezas em filmes, músicas e em qualquer mídia. É nosso dever como cristãos levar Cristo a pessoas.

A criação da rádio Atos FM, apesar de se tratar de uma rádio que está apenas na internet, tem essa finalidade, através de músicas selecionadas, levar as boas novas de cristo, ao decorrer do tempo, percebi que fazer uma rádio apenas para “crentes” não seria o bastante.

Parte das músicas inseridas na programação são de teor evangelístico, com uma qualidade sonora para que a qualquer horário do dia ao ouvir a programação, o ouvinte possa se sentir em paz. Durante o dia em meu trabalho tenho que ouvir algumas músicas seculares, faz parte do meu dia-a-dia, já trabalhei em lugares onde a mídia presente era o rádio, e ao chegar em casa, procurava ouvir algo para me “lavar”, estamos sujeitos, pois vivemos no mundo, porém, não somos desse mundo.

Uma das últimas notícias que estão afligindo pais e mães pelo Brasil é o ataque a uma creche de Blumenau, em Santa Catarina, pouco tempo atrás um jovem havia matado uma professora e deixado 5 anos feridos na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo.

Bernardo
Bernardo

No meio desses acontecimentos, um fato me chamou a atenção, e me fez parar e pensar sobre onde podemos vê Deus. Sim, em meio a tragédia, o pai de Bernardo, uma das crianças vítimas do ataque a creche, em entrevista, me fez vê Deus, e creio que ele conseguiu levar Deus a outras pessoas, ele agradece por todos os momentos que viveu ao lado de seu filho e diz mais:

“Peço a Deus que conforte o meu coração. Vou honrar a vida do meu filho todos os dias e que Deus conforte o coração de todas as famílias” Bruno Bridi

Ele ainda acrescentou dizendo que as pessoas estão inconformadas com a situação, alguns estão desejando muito mau a pessoa que atacou as crianças, não as julgo, mas, ele como cristão, perdoa a pessoa que cometeu o crime, não o conhece, e não sabe quem ele é, e que Deus dê graça para continuar. É notável a paz de Deus na vida de um pai que perdeu seu filho não é mesmo. Pois lembre-se, Deus entregou o seu filho para salvar eu e você, e que possamos levar boas novas desse filho que morreu para nos salvar. Jesus é o Senhor.


Atos FM – SD

na trilha da sua vida

No AR Agora

Title

Artist

Ativar Notificações Ativar Não ativar