Da rua à redenção: O amor de Jesus na história de Gilmar

330854451 gilmar da conceicao
À esquerda, Gilmar durante o período em que ficou nas ruas e à direita, em seu casamento.

Gilmar da Conceição é uma das muitas vidas transformadas pelo trabalho da Cristolândia em conjunto com a Junta de Missões Nacionais. Após 50 anos nas ruas, ele foi encontrado por Jesus.

Nascido e criado no Morro da Providência, no centro do Rio de Janeiro, Gilmar enfrentou as adversidades desde os sete anos, quando se viu nas ruas devido à situação de seus pais, também usuários de drogas.

Sua trajetória incluiu uma passagem pelo quartel aos 18 anos, mas as ruas continuaram a ser seu lar. Um acidente durante o serviço militar, enquanto estava sob efeito de drogas, poderia tê-lo levado à expulsão, mas a misericórdia de Deus permitiu que ele permanecesse. Entretanto, teve que solicitar baixa devido às circunstâncias.

Em meio a essa jornada, Gilmar encontrou um breve respiro quando uma jovem o ajudou a sair das ruas. O relacionamento resultou em uma filha, que lhe deu netos, mas a perda de sua mulher o levou de volta às ruas até os 32 anos. Outro relacionamento proporcionou um período de estabilidade, emprego e um filho. Contudo, o domínio das drogas o fez abandonar tudo e retornar ao antigo estilo de vida.

A virada em sua vida ocorreu em 21 de dezembro de 2012, quando Gilmar foi abordado por membros da Cristolândia enquanto dormia em um papelão na Central do Brasil. Aceitando a ajuda oferecida, passou de 2012 a 2017 na triagem da Cristolândia, onde sua vida foi transformada. Durante esse período, teve a oportunidade de cursar o ensino fundamental, que até então lhe era inacessível.

A influência positiva da Cristolândia não se limitou a sua vida educacional. O encontro com suas irmãs, que também serviam ao Senhor, fortaleceu seus laços familiares.

Com um emprego como porteiro em um colégio, Gilmar concluiu o ensino médio em 2017 e continua empregado até hoje. Em 2022, conheceu sua esposa, Claudia Oliveira da Conceição, uma missionária da Assembleia de Deus. O casal, que se casou civilmente em setembro e realizou a cerimônia religiosa em outubro na base da Cristolândia em Madureira, é um testemunho vivo da transformação possibilitada pela fé e dedicação.

A Cristolândia expressou sua alegria pela história de vida de Gilmar, destacando que nenhum caso é perdido para o Senhor. Gilmar, agora voluntário na Cristolândia, é grato por essa obra de Deus em sua vida e continua a levar a mensagem de esperança sempre que pode. Atualmente, congrega na Primeira Igreja Batista de Madureira, permanecendo profundamente envolvido na missão da Cristolândia.

Sua história é uma inspiração para lembrar que a entrega completa a Deus pode resultar em milagres notáveis.