Ateliê de Convites de Casamento Recebe Apoio Após Polêmica por Recusa a Serviço para Casamento Homossexual

Por em 29.04.24

Os proprietários de um ateliê especializado na produção de convites de casamento se encontram no centro de uma polêmica após se recusarem a atender a uma solicitação para uma união entre pessoas do mesmo sexo, por serem cristãos. O casal decidiu denunciar as ameaças que receberam através das redes sociais, buscando ajuda junto à polícia para lidar com a situação.

Tudo começou quando Henrique, um jovem, contatou o ateliê Jurgenfeld para pedir um orçamento de convites para uma cerimônia de união civil. Em resposta, os donos do ateliê explicaram que, por objeção de consciência, não realizavam serviços para casamentos homossexuais. A publicação da recusa por parte do solicitante gerou uma onda de indignação nas redes sociais.

A repercussão do caso se intensificou com mensagens consideradas “extremamente ofensivas e ameaçadoras” direcionadas aos proprietários do ateliê. Em meio às críticas e protestos de ativistas, o casal pediu apoio e solidariedade aos seus seguidores, enfatizando que sua postura não se tratava de homofobia, mas sim de princípios e valores pessoais.

A situação chamou a atenção do deputado federal Nikolas Ferreira, que expressou apoio aos empresários, argumentando que a recusa em confeccionar um convite de casamento não equivale a homofobia. Ele comparou o caso à situação enfrentada por um confeiteiro nos Estados Unidos, Jack Phillips, que também foi alvo de ameaças e vandalismo.

Em um gesto de gratidão, os empresários agradeceram o apoio recebido, destacando o suporte de advogados solidários à causa e o auxílio da Polícia Civil na investigação das ameaças. Além disso, expressaram sua gratidão aos parlamentares que se manifestaram em sua defesa, reconhecendo a importância do apoio recebido durante o episódio controverso.


Atos FM – SD

na trilha da sua vida

No AR Agora

Title

Artist

Ativar Notificações Ativar Não ativar